quarta-feira, 13 de abril de 2011

• O futuro presidente da Assembleia

Com o pouco interesse que ainda me resta relativamente à política nacional deste país habitado por este inqualificável povo português que nem se governa nem se deixa governar, não posso deixar de mostrar aqui que ainda não ando totalmente a dormir.

E que reparei que o dr. e cidadão Fernando José de La Vleter Ribeiro Nobre, cinturão negro de viet vo dao, personalidade que apoiei e que mereceu o meu voto nas últimas presidenciais aceitou o convite de Pedro Passos Coelho, dirigente do PSD, para ser proposto por este partido, que é um dos meus ódios de estimação, a futuro presidente da Assembleia da República.

O PTQNSGNSDG, povo-tuga-que-nem-se-governa-nem-se-deixa-governar, desatou logo a cobrir de insultos o homem... parece que, sinais dos tempos, sobretudo no facebook. Embora a mim, confesso, assim de chofre a notícia também não me tenha agradado lá muito, não me quis deixar incluir neste rebalho de ovelhas a balir.

É que tenho a desgraçada mania de reflectir um pouco e não reagir nunca a quente. E depois de fazer esse exercício mental, compreendi as razões do homem. E gabo-lhe a iniciativa.

É que vejamos... o dr. Fernando Nobre não está a aceitar ir desempenhar um cargo em que se lhe exija disciplina partidária. Não vai ter de se comportar como as restantes regateiras que nas bancadas em frente dele vão cuspir vãos impropérios uns contra os outros. Vai antes tentar pôr ordem na rebaldaria. Se para tanto tiver engenho e arte, que é façanha bem árdua. Pior do que ser educador de infãncia num qualquer kindergarten.

E depois, sempre quero ver como o Cavaco vai engolir esta pastilha. É que a cadeirinha dele vai ser aquecida pelo rabo do dr. Fernando Nobre sempre que se ausentar em visita de estado ao estrangeiro. Ou se meter baixa...

E isto tudo está a ser visto por mim também como uma forma do Pierre Pas Lapin dizer ao Cavaquinho que não o grama e só teve de o apoiar nas últimas presidenciais "porque enfim, és o Cavaco, o partido acha que te deve este frete, mas eu não vou com a tua cara, moço". E fica já na calha o apoio dele ao dr. Fernando Nobre quando em 2016 o figo seco do Algarve já não puder mais recandidatar-se, valha-nos Santa Constituição.

E tenho dito! Finalizarei agora com uma citação do dr. Fernando Nobre:

"Não há montanha inacessível, obstáculo inultrapassável, desafio impossível, vale a pena ainda continuar a viver e a lutar, contra a injustiça, pelo amor, pela compaixão e pela liberdade."
Fernando Nobre, in livro "Humanidade"

Um político que emprega no seu discurso público a palavra "amor" vai continuar a ter a minha consideração e apoio, sempre.

2 comentários:

Anônimo disse...

Até que enfim, uma perspectiva de bom senso. O circo que se instalou em torno da corajosa decisão de Nobre é inqualificável.
Sónia T.

Giuseppe Pietrini disse...

A decisão de Fernando Nobre é corajosa, de facto. Isso é um juizo perfeito. Outra coisa é classificar de bom senso as aleivosias que eu p'ráqui despejo. Assim arruina-me a fama de bobo desta alegre corte, cara Sofia T.

Mas obrigadinha, de qualquer forma. Haja alguém entre tantos que a este blog acederam hoje, para minha grande estupefacção, que tenha salvo o patinho...

Um grande Beijim.
Giuseppe