domingo, 25 de maio de 2014

• Votar p'ra quê???...

Tu que dizes que não vais votar… Viste no que deu da última vez em que decidiste também não votar? Alguém escolheu por ti. 

E os grandes defensores da troika dentro de portas tomaram as rédeas do poder. Como bem queriam. Tudo fizeram para que outras soluções do governo anterior para a crise que caiu de pára-quedas no nosso colo não fossem para a frente.

E forçados ou não, transformaram isto aqui que ainda era uma democracia, apesar de tudo, numa bancocracia.

Há quem ache que o desapontamento com a classe política actual gerará mais abstenção nas urnas. Eu tenho para mim que deveria era ser o contrário! Que o descontentamento com o rumo da política hoje apelasse a que mais alguns de nós viessem a usar a sua arma nestas eleições europeias contra aquilo que os afecta e prejudica.

Justamente nestas eleições é que temos de dizer à Europa que não estamos contentes com o tratamento a que nos sujeitaram. Obrigadinha, sim, queridos irmãos europeus… Vocês foram uns bacanos. :-(

Eu não sou visceralmente contra as pessoas que nos governam nestes dias de chumbo. Compreendo que na sua boa fé crêem que nos levam pelo melhor caminho. Só que eu não creio assim!…

E quero sobretudo que a nossa boa velha democracia volte e que a puta da bancocracia seja derrotada com estrondo. E de uma vez por todas.

Por isso fui votar today nestas eleições europeias. Não contra pessoas mas contra as boas intenções de que dizem o inferno está cheio. Quero que o Parlamento Europeu se encha de tribunos que defendam realmente e em primeiro lugar os povos que os elegem e não tanto os grandes banqueiros e especuladores internacionais.

Posso ser um cidadão rasca… Mas não brinco em serviço.

Nenhum comentário: