sábado, 6 de fevereiro de 2010

• Obrigado, Mário Crespo...

Quero aqui agradecer ao jornalista Mário Crespo o seu notável contributo para a estabilidade da nossa vida pública e regime democrático.

Mário Crespo não hesitou em sacrificar-se na praça pública em nome desses ideais maiores, criando uma polémica artificial - alimentada por calhandrices, como muito bem foi classificado este "happening" - em que se descredibiliza a si e à sua carreira no jornalismo em benefício, num sentido oposto e num princípio de vasos comunicantes, duma maior credibilização do nosso Primeiro Ministro Eng. José Sócrates, quando o seu mérito superior na governamentação se encontra sob linha de fogo por parte duma oposição que entrou em estado de desespero histérico.

Infelizmente, nem todos os líderes desta pobre oposição "compraram" este suposto presentinho envenenado... Estão, surpreendentemente, a ficar mais sagazes!... Quem diria...

É de homens destes e destes sacrificios que o nosso país mais necessita nestes tempos que alguns querem pintar de negro e puxar a auto-estima dos portugueses para baixo.

Obrigado, Mário Crespo. Quando estiveres no fundo do poço, não esqueceremos o teu abnegado gesto.

Nenhum comentário: