sexta-feira, 27 de setembro de 2013

• O meu voto no próximo domingo

Por isso, vou levantar a bunda do sofá!… Como sempre fiz.

Muitos cidadãos estão hoje desiludidos com os actores da causa pública: governantes, políticos sem responsabilidades de poder, sindicalistas e outros parceiros sociais, etc.. 

Ouvi num outro dia que não votar é estar contra o sistema. Pois, este sistema pode ser imperfeito… mas eu já vivi num outro sistema. Em que votar era um direito reservado só a alguns. Por vezes, mesmo a nenhuns. Maneiras que eu prefiro este sistema!…

Porque não sou estúpido. Este sistema, embora imperfeito, é o unico que per si permite mudar o estado das coisas.

Nas últimas eleições autárquicas defendi aqui neste blog o voto numa voz diferente. E não da minha cor política. No candidato do PSD, Hernâni Carvalho, contra a candidata à reeleição como presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Susana Amador.

Não estava e continuo a não estar descontente com a gestão que Susana Amador tem tido da edilidade. Mas quis e quero continuar a pagar para ver se é possível fazer mais e melhor.

Não vou aconselhar o voto desta feita na candidata do PSD, Sandra Pereira. Porque não é uma voz diferente, como Hernâni o era. E embora ainda jovem, já é para mim uma actriz política velha. Há demasiado tempo imersa na mesma redoma* de Susana Amador. E eu quero mudança. A todo o custo!

Se antes eu poderia ter receios de que o circo pegasse fogo se alguma vez a extrema esquerda chegasse ao poder, com este actual governo perdi todos os medos. Porque os ultra-liberais que nos governam hoje - como aprendizes de feiticeiros que eu sempre disse que o erarm - estão a ser mais intervencionistas do que os comunistas que comem criancinhas ao pequeno-almoço.

Mas com isto não quero dizer que vou votar no domingo na candidata da CDU, Fernanda Mateus. Não. Embora se devam reconhecer largas competências na maioria dos autarcas comunistas, eu quero ver ideias mais arejadas. Eu, e julgo que a esmagadora maioria dos descontentes com o status quo do nosso país.

Vou portanto finalmente proclamar quem vai ter agora o meu voto: João Curvêlo, do Bloco de Esquerda. Um puto de 23 anos apenas. Mas que sabe falar. A ponto de me convencer.

Alguém questionou se a juventude tão tenra de João Curvêlo não traria um certo óbice de falta de experiência para um cargo da responsabilidade de presidente de câmara e da dimensão da de Odivelas… Ao que o rapaz contrapôs, e bem, que experiência é o que não faltará a Susana Amador, com 8 anos à frente da câmara. E no entanto é preciso alguém que faça mais pelos que cá vivem.

Quero alguém que prometa partir a louça! Não por si mesmo a defender essa atitude. Que essa sim, será uma Nova Atitude por Odivelas. Mas pela esperança que poderá renovar em todos nós no dito "sistema".

Estou farto de quem só sabe falar em números! A maior desgraça de um país, de toda uma população, não é não ter as contas todas certinhas. É não ter como as pagar. Por não produzir riqueza. Por não conseguir aproveitar e empregar uma grande parte da sua população activa. Que anseia por não se sentir inútil. Ou fora de prazo.

E ainda por não conseguir criar as tais oportunidades que nos dizem eles mesmos - os que nos governam neste momento - que todas as crises trazem. Falácias que já só me causam náuseas!...

Vou votar no Bloco de Esquerda e em João Curvêlo. Porque ainda ontem foi ele mesmo que me entregou o seu folheto de campanha. Ele e mais um colega. Caminhando sós, ao lusco-fusco de um dia cinzento e molhado. Pela Avenida Professor Doutor Augusto Abreu Lopes abaixo, deserta a essa hora. Com o estoicismo próprios de Don Quixote e Sancho Pança. Que me comoveu. E me deu fé no futuro. E que os políticos podem não ser afinal todos iguais. É só um feeling...
______________________________________________________

* E as suas promessas eleitorais são algo pobres. Redutoras. E pouco distintas do que a actual gestão camarária também poderia fazer. Quanto aos outros candidatos, que são Bruno Veiga, do PTP; Ernesto Reis, do PCTP/MRPP; e sobretudo Miguel Xara-Brasil, da coligação Odivelas Merece Mais (CDS-PP/MPT/PPM)… estou longe.

Nenhum comentário: