quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

• Uma pub fofinha

Há uns largos dias, estava eu deambulando pelas ruas da minha cidade de Odivelas e eis senão quando deparei com este MUPI, aqui mostrado ao lado.

Tendo já vivido uma carreira profissional na indústria do advertising e presumidamente possuindo um sentido crítico educado no seio do ambiente criativo da dita “agência de publicidade mais criativa do mundo”, a Saatchi & Saatchi, no seu há muito extinto bureau local de Lisboa, blá, blá, blá, Whiskas jaquetas, etc, etc… Tenho a dizer o seguinte: raras vezes me foi dado ver uma campanha publicitária na área social tão bem bolada. 

Tão singela e genial a sua criatividade. Tão simples e directa, tão bem straight to the point. Com layouts tão perfeitos e elegantes. Tão surpreendente e a priori supostamente eficaz na mensagem a emitir. Terrificamente eficaz, direi mesmo eu! A julgar pelo impacto inicial que me causou, assim de chofre.

E depois, ainda por cima, com um daqueles castings extremamente bem conseguido!… As três raparigas que posam nesta foto de grupo são todas elas umas fofinhas. Lindíssimas, assim em trio. 

A bela da punchlineEla é lésbica e estamos bem com isso.” então é maravilhosamente simples! E não nos diz quem é das três meninas que será aquela que tem uma sexualidade dita alternativa. Pode-se presumir que será a do meio. Mas pouco importa.

Porque justamente todas elas vivem bem com o que se nos afigura assim como um facto absolutamente inquestionável. E em que até somos levados  a crer como seria possível ser diferente. De tudo tão normal nos parecer. Como nunca devia deixar de ser visto assim mesmo. Nunca. Jamais.

Eu nunca tive, que eu saiba, uma amiga que se dissesse, de uma forma franca, ser lésbica ou bissexual. E tenho pena. Porque estou convicto que poderia ter com alguém que tivesse essa orientação sexual uma troca extremamente enriquecedora para ambas as partes. Uma sublime oportunidade duma win-win situation.

E nem quero saber se dizer isto pode parecer patético, vindo de um canastrão. A porra é que… Bolas, não há mesmo maneira de eu me sentir um canastrão! Não com a cuca que eu tenho, ainda ou apesar das minhas quase cinco décadas e meia. 

Esta campanha publicitária é da responsabilidade da rede ex-aequo. Parabéns a esta organização. A julgar por esta iniciativa, a sua missão será atingida com bastante sucesso.

Nenhum comentário: