quinta-feira, 25 de setembro de 2014

• O próximo Dono Disto Tudo

Havia p’rái um bastas vezes citado mamborreiro - já não tenho bem a certeza de quem se tratava o dito cujo - que clamava que desde que tinha visto um porco a andar de bicicleta já acreditava em tudo.

Eu é mais desde que vi um banco com 150 anos de história cair em 15 dias.

Que toda a gente antes da sua queda estrondosa afiançava que era um banco sólido. Inclusivé houve um certo presidente da república a fazer esse frete aos accionistas dessa desditosa instituição financeira.

Ficou o lugar de DDT, Dono Disto Tudo vago. E não se vê no horizonte outra entidade que venha assumir essa laboriosa função na nossa sociedade à beira-mar prantada, a tomar os seus banhos de sol bem merecidos no passado mês de Agosto. Altura em esta farsa toda do banco bom e do banco mau estoirou.

E sendo assim, está-me a apetecer chegar-me à frente. Não bem eu mesmo mas o meu recente alter ego neste mês de Setembro glorioso.

Ficam a conhecer, pessoas, o rei Nep, um vosso criado. Um rapaz jeitoso e deslumbrante na foto sua aqui acima reproduzida. Que já fez mais pela popularidade da monarquia junto dos "seus" jovens - muito jovens mesmo; alguns ainda mal começaram a dar os primeiros passos... - súbditos britânicos de férias no Algarve do que o príncipe Charles, filho of His Majesty, the Queen!...

O futuro são as crianças, dizem-nos sempre por aí, a torto e a direito. And since the kids seem to love me pretty much… So…

E ademais, serei sempre verdadeiro. Eu cá sou totalmente WYSIWYG, What you see is what you get. Um real clown do princípio ao fim. E não apenas no fim, quando chegar a vez da minha queda também.

Nenhum comentário: